Eleições dos Estados Unidos: entenda como funciona o sistema eleitoral americano


Muita gente tem dificuldade para entender o processo das eleições dos Estados Unidos. A gente te explica!
Curiosidades

As eleições dos Estados Unidos, embora façam parte de um regime presidencialista, são totalmente diferentes da maioria dos países do globo terrestre.


Enquanto em grande parte dos territórios nacionais contam-se os votos individuais de cada cidadão e a maioria mínima vence (50% + 1 voto), as eleições dos Estados Unidos levam em conta os votos dos delegados das zonas eleitorais de cada estado. E, às vezes, nem sempre o candidato com a maioria dos votos consegue se eleger.


Isso porque quando os eleitores votam, eles estão decidindo, na verdade, para qual partido vão entregar os delegados do seu estado.

Não entendeu? Calma! Vamos explicar tudo isso logo abaixo. Confira!

Zonas Eleitorais Americanas

As Zonas Eleitorais são os distritos eleitorais de cada estado. Quanto mais populosa for a região, maior será o seu colégio eleitoral. Por exemplo, a Califórnia, estado com maior população dos EUA, com 40 milhões de habitantes, possui 53 distritos eleitorais. Já o Kansas, com menos de 3 milhões de pessoas, tem apenas quatro distritos.


Cada estado ganha um delegado por distrito e mais dois, um para cada senador do congresso. Ou seja, utilizando o exemplo citado acima, a Califórnia tem, no total, 55 delegados, enquanto o Kansas possui seis.

Funcionamento das eleições dos Estados Unidos

Como já dito, os cidadãos americanos, ao exercerem seu voto, escolhem se aliam seus delegados das Zonas Eleitorais ao Partido Republicano ou ao Partido Democrata.


Esse sistema do Colégio Eleitoral é imposto para dar um peso maior para os estados mais populosos. Por esse motivo, os candidatos dão mais atenção nas campanhas em locais como a Califórnia, a Flórida e o Texas.


Vale lembrar que existem 538 votos dos delegados que compõem o Colégio Eleitoral. Para um candidato à presidência ser eleito, ele precisa conquistar a maioria deles, ou seja, pelo menos 270 do total em disputa.

O ganhador leva tudo

Para ajudar na contagem dos votos, a maioria dos estados (com exceção de Maine e Nebraska) adotam um sistema chamado “winner take all”, no qual o partido que conseguir o maior número de delegados fica com o total do estado. Por exemplo, se os democratas conquistarem 28 dos delegados da Califórnia, que é a maioria, eles levam 55, que é a quantidade total do estado.


É por isso que as campanhas fazem a diferença em estados populosos e também naqueles em que não há tanta fidelidade com os partidos e as decisões variam de acordo com as eleições. Estes são conhecidos como “swing states”, que é o caso da Carolina do Norte, da Pensilvânia e de Ohio.


Entretanto, há outros estados que são tradicionalmente republicanos ou democratas, e elegem sempre o mesmo partido para os votos de seus delegados nas eleições dos Estados Unidos.

Votos de delegados atribuídos para cada estado


  • Alabama - 9 votos

  • Alasca - 3 votos

  • Arizona - 11 votos

  • Arkansas - 6 votos

  • Califórnia - 55 votos

  • Carolina do Norte - 15 votos

  • Carolina do Sul - 9 votos

  • Colorado - 9 votos

  • Connecticut - 7 votos

  • Dakota do Norte - 3 votos

  • Dakota - 3 votos

  • Delaware - 3 votos

  • Distrito de Columbia - 3 votos

  • Flórida - 29 votos

  • Georgia do Sul - 16 votos

  • Havaí - 4 votos

  • Idaho - 4 votos

  • Illinois - 20 votos

  • Indiana - 11 votos

  • Iowa - 6 votos

  • Kansas - 6 votos

  • Kentucky - 8 votos

  • Louisiana - 8 votos

  • Maine - 4 votos

  • Maryland - 10 votos

  • Massachusetts - 11 votos

  • Michigan - 16 votos

  • Minnesota - 10 votos

  • Mississippi - 6 votos

  • Missouri - 10 votos

  • Montana - 3 votos

  • Nebraska - 5 votos

  • Nevada - 6 votos

  • New Hampshire - 4 votos

  • Nova Jersey - 14 votos

  • Novo Mexico - 5 votos

  • Nova York - 29 votos

  • Ohio - 18 votos

  • Oklahoma - 7 votos

  • Oregon - 7 votos

  • Pensilvânia - 20 votos

  • Rhode Island - 4 votos

  • Tennessee - 11 votos

  • Texas – 38 votos

  • Utah - 6 votos

  • Vermont - 3 votos

  • Virginia - 13 votos

  • Washington - 12 votos

  • West Virginia - 5 votos

  • Wisconsin - 10 votos

  • Wyoming - 3 votos


Somando todos os 50 estados (mais o distrito de Columbia), existem 538 delegados em disputa, e o presidente é eleito assim que assegurar o voto de pelo menos 270 deles. 


O sistema das eleições dos Estados Unidos é um pouco complexo e diferente, mas tem sua importância e tradição.